top of page

Deepika Singh por Francis Kurkievicz

Atualizado: 23 de jan.

Quando a fragrância das flores silvestres purifica o corpo.




TRATADO DE PAZ


Batendo suas asas uma borboleta sussurrou em meus ouvidos,

apele à paz, assine o Tratado de Amor.

Nosso poder está em nossas mãos e a devoção em nossa atividade.

Persevere até que a bandeira da serenidade vibre no céu.

Não queremos lagos de sangue.

Há apenas essa terra e nós somos a quinta-essência do Divino.

A amargura é alheia ao Ser Onipresente.

Estamos aqui para realizar o que nos cabe,

transformar a nossa terra no céu mais seguro.

Esteja alerta, para não se tornar vítima no caminho de abusos das sombras,

que exibem tão somente ódio.

Não permita que o caminho da paz seja abreviado,

a busca pela paz não está longe.

Apenas abandone o seu ego,

e deixe-se engolfar pela corrente do amor.

Estamos todos fatigados em andar pela calçada rústica dos bárbaros,

ambulantes não se sentem culpados?

A civilização está à beira das cinzas.

É uma imagem difícil de desenhar e demasiado complexa de ser fotografada.

O estrondo da nação incivilizada

será registrado nas páginas da história.

A restauração do Amor e da Paz é agora o mais potente grito.

Semeie as sementes do amor e crie compaixão.

Fio engendrado pela não violência,

Cante a melodia da amizade.

A paz só pode ser conseguida quando brilhamos no amor.

Que a esperança não seja uma palavra luxuosa e

inalcançável.

A paz acrescenta empoderamento; é a chave da prosperidade.



PEACE TREATY


Flapping her wings a butterfly whispered in my ears,

Call for peace, sign the treaty of love.

Our power is in our hands and devotion to our work.

Sweat till the flag of tranquillity flutters in the sky.

We don't want ponds of blood.

There is only one earth and we are God's exquisite creation.

Bitterness is alien to our Almighty.

We are here to do our part,

To fabricate our earth as the safest heaven .

Be alert, don't fall prey in devil's exploiting path,

Which only exhibits hatred.

Don't let the path of peace short,

Quest for peace is not far.

Just shun your ego,

And drown in the stream of love.

We all are tired of walking in the pavement of barbaric blocks,

Power peddlers don't you feel guilty?

Civilization is on the edge of ashes.

It's a hard picture to draw and too hard to be photographed.

Outburst noise of uncivilized nation,

Will be documented in the pages of history.

Restoration of love and peace is the utmost cry now.

Sow the seeds of love and breed humanity.

Spun thread of non violence,

Play the tune of amity.

Peace can only be gained when we sparkle love.

Let hope not be the luxury word

which we cannot attain.

Peace adds to empowerment; it's the key to prosperity.




NATUREZA MÍSTICA


O amanhecer é alegre,

a beleza mística está oculta no seio da mãe natureza.

O sol da manhã nos vitaliza para um novo mundo.

A canção de ninar dos pássaros amansa nossos ouvidos.

A água do rio apazigua nossa sede.

Frutas suculentas nos fortificam para lutar.

Em cada gota de chuva germina uma nova vida.

Um carismático arco-íris retém nossos vívidos olhos

e matiza nossos lábios.

O céu azul-celeste envidraça a tarde

e nos fortalece para a batalha.

O vento impetuoso tange nossos pés.

A floresta festeja uma feira de cores,

a fragrância das flores silvestres purifica nosso corpo.

A natureza é uma bênção celestial.

O cheiro do oceano e a música das ondas refrescam a nossa alma.

Gotas de orvalho rutilam na manhã invernal.

O céu noturno é beijado por diamantes estrelados.

Nós somos apenas os diminutos pontos neste universo,

o obséquio da natureza é uma taberna benfazeja que acolhe o ser humano.



MYSTIC NATURE


The dawn is gleeful,

Mystic beauty is hiding in the lap of mother nature.

The morning sun energies us for a new world.

The lullaby of chirping birds soothes our ears.

The river water quenches our thirsty pain.

Juicy fruits energize us to struggle.

Every drop of rain sprouts a new life.

Charismatic rainbow capture our vivid eyes,

And colour our lips.

Afternoon is glazed with azure blue sky,

Which strengthens us to fight.

The hustling wind trembles our feet.

The Forest organise fair of colours,

Fragrance of wild flowers purifies our body.

Nature is a blessing from the heaven abode .

The smell of the ocean and music of waves refresh our soul.

The dew drops glisten in the wintry morning.

The night sky kissed with starry diamonds.

We are just the tiny dots in this universe,

Bounty nature is a healthy man host pub.




MEU RENASCIMENTO


Tempo é favorecido com a felicidade,

assim, construo o reino da esperança.

Mas a vida me apunhalou e me destruiu de novo e de novo,

a minha voz está sufocada, a língua atada.

Passei por incontáveis noites escuras.

O coração delicado fere o mais profundo.

As paredes presenciaram meu pathos,

mas a vida segue adiante.

Eu era como um pássaro encarcerado,

a poesia me concedeu asas para voar.

Você me deu um farol de esperança,

você reconectou todo o meu DNA,

gestando um novo EU.

Você me concebeu, me nutriu.

Minha mente a Poesia desintoxicou e

convocou a minha tinta.

Acordei como uma tigresa

e rugi como uma Leoa.

Agora minhas palavras são as minhas armas.

Meus amigos adoram

os inimigos abominam.



MY REBIRTH


Time favoured bestowed with happiness,

And I build the kingdom of hope.

But life stabbed and crumble me again and again,

My voice is choked, tongue tied up.

Went through innumerable dark nights .

The softest heart bruises the deepest.

The walls witnessed my pathos,

But life goes on.

I was like a caged bird,

Poetry gave me wings to fly.

You gave me beacon of hope,

You rewired my entire DNA,

A renewal of new ME.

You crafted me, you nurtured me.

Poetry sanitized my mind,

And evoked my ink.

I woke up like a Tigress.

And roar like a Lionesses

My words are my weapons now.

Which my mates adore

And my foe abhor.




ODE AOS MEUS PAIS


Segurando minhas mãos você me ensinou

como mensurar as escalas certas da vida.

Cante-me outra vez aquela doce canção de ninar,

o que me resgatará deste mundo antiético.

Você sempre saneou

minha apreensão, meu lamento oculto.

Seu amor por mim é profundo, largo e alto.

Você é sempre minha fonte de motivação.

Suas palavras me fortaleceram.

Você é tudo em tudo para mim.

Meu Todo-Poderoso, meu amigo, meu mentor.

Há em mim uma alegria de ser sua filha,

é como um presente celeste.

O nosso futuro será áureo, permaneceremos um.

Seja na alegria ou na tristeza.

No meu próximo nascimento desejo encontrar

a felicidade do seu colo.



ODE TO MY PARENTS


Holding my hands you have taught me,

How to measure the right scales of life.

Croon me once more that sugary lullaby,

Which will take me out of this unethical world.

You have always wiped away,

My trepidation, my hidden blubbering.

Your love for me is to the depth, breadth and height.

You are always a source of motivation to me.

Your words have strengthened me.

For me you are all in all.

My Almighty, my friend, my mentor.

The joy of being your daughter,

Is like a gift to me from the heaven above.

Our future will be of gold where we will stay one.

Be it a joy or sorrow.

In my next birth I crave to have

The bliss of your lap.


 

Tradução: Francis Kurkievicz




DEEPIKA SINGH é uma jovem poeta de Margherita, Assam/Índia, ela possui diploma de Bacharel e Mestrado em Educação, é professora. Os seus poemas refletem suas observações do cotidiano que a cerca. Ela acredita que as palavras certas podem mudar a sociedade, operar uma pequena e significativa transformação em cada cidadão. Alguns de seus poemas foram apresentados em deversas revistas digitais, tais como: Sipay Journal, The Poet Magazine, Web Poesia, Womensweb, Journal of Macedonia Scientific Society, Poetryzine, The Archer Magazine etc. Suas obras têm sido traduzidas para várias línguas por exemplo: chinês, macedônio, espanhol, sérvio, tadjique e agora em português. Deepika Singh também recebeu honras do Governo Yan'an da China e da Academia Gujarat Sahitya, na Índia.

31 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page