top of page

Dez mantras de Chiu Yi Chih




Compus em chinês antigo os mantras taoístas a partir do convívio com o clássico taoísta Dao De Jing de Laozi e do estudo dos comentadores chineses clássicos Wang Bi, He Shang Gong e Su Zhe. Em cada mantra que traz também minha tradução para o português, condensei os ensinamentos preciosos do mestre sábio Laozi. Por exemplo, o mantra 1 corresponde ao capítulo 1 do Dao De Jing e, assim nessa sequência, temos 10 mantras que correspondem aos 10 primeiros capítulos do livro. Os mantras são recitados durante a prática de meditação em retiros de grupos, cursos e aulas de Taoísmo acompanhados pelo toque das tigelas tibetanas. Durante o processo de criação e performance ritualística desses mantras, concentro-me na potência da ressonância das sonoridades chinesas que ampliam o campo vibratório da energia vital. É uma prática que percebi ser essencial para me conectar com a minha ancestralidade taoísta, pois, com a potencialização sonora que modifica o campo energético do corpo, vou conduzindo as pessoas no sentido de penetrarem na dimensão sutil da harmonização entre corpo e mente. Essa prática inicial fortalece posteriormente a atividade da meditação em silêncio.



1


无欲无念 无形无名

玄之又玄 众妙之明


wúyù wúniàn wúxíng wúmíng

xuánzhīyòuxuán zhòngmiào zhīmíng


sem desejo sem pensamento sem forma sem nome

eis o mistério pleno de mistérios o esplendor de todos os prodígios




2


自然已足 功成夫居

夫为弗居 是以不去


zìrán yǐzú gōngchéng fūjū

fūwèi fújū shìyǐ búqù


natural e autossuficiente realize a obra sem apego

não havendo apego nada se perderá




3


自然无为 淡然不累

修养无心 虚空不竭

不见不贵 则为无为


zìrán wúwéi dànrán bùlèi

xiūyǎng wúxīn xūkōng bùjié

bùjiàn bùguì zéwéi wúwéi


na naturalidade da não-ação na serenidade sem se cansar

cultivando o estado de não-mente cujo vazio jamais se extingue

não olhe nem valorize eis o que é agir sem agir




4


万物之宗 深沉道冲

若存若亡 渊深之光


wànwù zhīzōng shēnchén dàochōng

ruòcún ruòwáng yuānshēn zhīguāng


ancestral de todos os seres o Dao é vazio e profundo

ora existe ora não existe assim é o fulgor abissal




5


天地不仁 无为无造

圣人不仁 而不骄傲

与物不争 故能守道


tiāndì bùrén wúwéi wúzào

shèngrén bùrén érbù jiāoào

yǔwù bùzhēng gùnéng shǒudào


o céu e a terra não são benevolentes não agem nem interferem

o sábio também não é benevolente nem arrogante

sem disputar com os seres se torna capaz de preservar o Dao




6


天地万物 生于山谷

谷神虚无 若有若无

绵延不绝 不生不灭


tiāndì wànwù shēngyǔ shāngǔ

gǔshén xuwú ruòyǒu ruòwú

miányán bùjué búshēng búmiè


o céu, a terra e todos os seres nascem do vale

o espírito do vale é o vazio ora emerge ora se desvanece

como um fluxo infinito que jamais nasce nem se extingue




7


无为于身 天地养神

无私能成 天地生物

而不自生 则能长生


wúwéi yúshēn tiāndì yǒushén

wúsī néngchéng tiāndì shēngwù

érbù zìshēng zénéng chángshēng


agindo pela não-ação o céu e a terra cultivam o espírito

sem egoísmo e capazes de realizar o céu e a terra geram os seres

como não agem por si mesmos assim podem viver indefinidamente




8


无所不在 无所不利

水任自然 几于上善


wúsuǒ bùzài wúsuǒ bùlì

shuǐ rènzìrán jīyú shàngshàn


onipresente beneficente

a água segue a naturalidade como a suprema bondade




9


若心贪心 持满必倾

嗜欲伤身 则失精神


rùoxīn tānxīn chímǎn bìqīng

shìyù shāngshēn zéshī jīngshén


se a mente cobiça e se apega haverá a ruína

os desejos ferindo o corpo então se perde o espírito




10


圣人无己 可以抱一

无功无德 可以养气

能如婴儿 则养玄德


shèngrén wújǐ kěyǐ bàoyī

wúgōng wúdé kěyǐ yǎngqì

néngrú yīng’ér zéyǎng xuándé


sem o eu o sábio pode abraçar a unidade

sem exigir mérito nem virtude pode nutrir o sopro vital

como um recém-nascido assim cultiva a virtude misteriosa



 

Chiu Yi Chih (邱奕智) - professor de filosofia taoísta e mandarim (leitura instrumental). Filósofo, tradutor, poeta, praticante de Tai-Chi, instrutor de meditação e de canto de mantras taoístas. Visite seu site: www.mandarimtaoismo.com

23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page