top of page

7 poemas de Yvette Centeno




PERGUNTAS DO AMANHECER


- minha mãe, minha mãe

o pão é vermelho por quê?

- porque o trigo está sangrando,

filho meu

um sangue que não se vê...


10 de Março, 2022


 

CORAÇÕES


Tinha um estendal no seu pátio

ali punha a roupa a secar

ali os gatos brincavam

nos dias de maior sol

de manhã estendia a roupa

à noite a ia buscar

em que tempo tinha sido

já não sabia dizer

estava tão velha agora,

a roupa estava queimada

os filhos tinham morrido

os corpos longe ficaram

e ao estendal só levava

o seu coração Partido


 

HAIKU


pela ponte não se sobe

cai-se no poço da morte


 

HAIKU II


chegam de todos os lados

com marcas de ferro na testa:

refugiados


 

DIA A DIA


Viver o dia a dia

mas de noite o que fazer?

sonhar com ninhos de estrelas

onde se possa nascer


11 de Março, 2022



 

AS MÃES E OS ANJOS


O que dizer dessa mãe

a caminho numa estrada

onde caíam as bombas

onde ninguém a esperava

nem a ela nem ao filho

sequer uma gota de água

-filho põe-te a caminho

e não olhes para trás

segue em frente

sempre em frente

mais longe me encontrarás

eu estarei à tua espera

secarei as tuas lágrimas

quem sabe morta no chão

mas viva na mão do Anjo

que também irá contigo

e é a tua protecção


10 de Março, 2022



 

KIEV


Uma cidade fantasma

aguarda os seus habitantes:

mortos-vivos

pois nada será como dantes


12 de Março, 2022

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page