Rozélia Medeiros

POESIA VOLUME 5 NÚMERO 1


Vou ordenhar poemas

Da minha bezerra de ouro

Ou mesmo de meus próprios seios

Anseios de barro e tijolo


Vivo por instinto

Sobre

Sinto

Vinho e minto

Animal extinto


Para quem está afim

Não tem tempo ruim

Basta limpar as folhas mortas

Do jardim



APETITES


(n) um fento-segundo

(d) o sonho têxtil

(toco) a textura do seu pênis (texto)

(n) a dobra (dura) do dorflex


despertar


(n) a curva suave

(d) o bojo da pétala


néctar

bétula


(d) o dia D guerra

o ontem

virado em matéria

sinapse – memória

encerra



SPLIT ART


vivemos em quartos

não mais vamos à roça às quatro

não mais

o conforto de ser aqui e daqui

de ser feliz


vivemos em quartos

não vamos mais aos campos, plantações

às quatro


guardados em alcovas

entocados

cavernas em intervalos

na asfixia do perfume

cercados

por falta de espaço

vivemos em quartos

de hora

no presente do passado



16 visualizações
revista zunái

© 2020 Revista Zunái

  • Facebook Revista Zunái